• TPG

Casa de campo – beleza eclética

No Verão vive-se mais o exterior que o interior de uma casa e quem tem jardim ou varanda é Rei. Tratar de plantas e flores não escondo que é um hobby perfeito para mim.  Adoro vasos e plantas de todas as formas e cores.

Nas casas de campo e quintas é com frequência que os vasos enchem os pátios e os alpendres criando espaços envolventes, protetores e muito apelativos, confesso que me remetem à infância onde as minhas avós falavam com plantas e flores. Talvez seja esta memória que me faça, na minha pequena varanda, ter sempre um canto para mais qualquer coisa. E nem tudo tem que ser luxo para ser perfeito, nestas imagens que vos deixo, o perfeito é precisamente o conjunto da diferença, na multiplicidade das cores e formas e das referências naturais.

No contraste eclético duma casa de campo existe sempre uma beleza escondida e sedutora no inacabado e em tudo o que é feito à mão. Existe sempre alguma coisa que nos  seduz na imperfeição do barro, no desgaste e na ferrugem do metal, no contraste do cimento com a madeira e até no velho mocho de contar histórias. Talvez o segredo dessa beleza esteja precisamente na passagem do tempo e nas memórias do local. Talvez a perfeição se encontre na força da natureza, nas flores que decoram as paredes e nas plantas que rompem o chão.

Na vida por vezes é na imperfeição que se surge a beleza.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo